Skank, Os Três Primeiros

Informações

Data:
10 de outubro de 2019 (Quinta-Feira)
Horário:
22h30H
Local:
Expo Bosque - Shopping Bosque dos Ipês
Endereço:
Av. Cônsul Assaf Trad, 4796 - Parque dos Novos Estados
Campo Grande - MS
Gênero:
Rock

Vídeo

Descrição

Skank, na Tour "Os 3 Primeiros "
A Banda mineira comemora o jubileu de prata com uma turnê nacional e Internacional trazendo os grandes sucessos dos três primeiros discos de sua carreira de sucesso.
Há exatos 25 anos o Skank esteve em Mato Grosso do Sul pela primeira vez. O evento contou com a presença de 5 mil pessoas no Ginásio Poliesportivo Dom Bosco, trazido pelo professor Carlão, juntamente com a lendária rádio Ativa 102.7 FM. Foi um dia histórico!
Quem também completa 25 anos em 2019 é a Abappai Produções. E nada melhor que um show desta grandeza para brindar a data.
O local escolhido é o Expo Bosque (Shopping Bosque dos Ipês), mesmo local onde foi realizado o Show da Legião Urbana 30 anos, no mês de junho. Sucesso de público e crítica.

Release do Artista

Um dia os quatro músicos do Skank estavam em uma rádio para gravar entrevista promocional para “Eu Disse a Ela”, quarto single do álbum “Samba Poconé”, que é o terceiro de ”Os Três Primeiros”, gravação ao vivo dos discos iniciais do Skank, no Circo Voador, e que agora segue em turnê pelo país. Na gravação para a rádio, há 20 anos, o locutor olhou para a fisionomia exaurida dos músicos e perguntou: “O que é que vocês estão fazendo aqui? Estão tocando há dois anos sem parar. Vão para casa um pouco”. E foi o que eles fizeram. Na sequência veio “Siderado”, que não está entre “Os Três Primeiros”, mas que foi trabalho tão importante quanto aqueles que tornaram o Skank a maior banda de pop rock do país à ocasião. Após a trinca “Skank”, “Calango” e “Samba Poconé”, “Siderado” viria a ser em analogia Beatles ao que “Rubber Soul” foi até “Revolver” (“Maquinarama”, no caso do Skank). Era o disco da entressafra, da passagem daqueles álbuns dancehall germinado no Brasil para uma sequência de canções que abriam o espectro para músicas de veia mais MPB, Clube da Esquina, Britpop e toda sorte de melodia afim. Na fase dos três primeiros o grupo cresceu a um ponto quase inimaginável na realidade pop brasileira – tinha shows marcados em Paris ou Miami como se as cidades estivessem logo ali, depois da divisa de Minas com São Paulo. É que a fórmula quase ingênua do quarteto mineiro, de pegar doses do que a nova geração jamaicana de Shabba Ranks e Pato Banton fazia, ao fugir um pouco do acento tão tradicional do reggae, mesclar com sons brasileiros e letras maduras e inteligentes, deu certo. Deu muito certo, aliás. Entre 1993 e 97 os próprios músicos entendem que “não dava para fazer mais sucesso” do que aquele que alcançaram. O primeiro disco, “Skank”, alcançou vendagem de ouro sem um hit arrasa-quarteirão sequer. O mais próximo disso foi “O Homem que Sabia Demais” e de certa forma “Indignação”, que foi adotada pelos caras-pintadas anti-Collor na época em que impeachment entrou no vocabulário das ruas. Desse disco, na gravação também estão “O Reu e o Rei”, “Baixada News”, “Tanto” e “Let me Try Again”, as duas últimas versões de “I Want You” (Bob Dylan) e do clássico de Paul Anka. Na sequência o Skank virou o Flamengo de 1982/83 (aquele esquadrão em que de 11 jogadores só um não foi para a seleção brasileira). “Calango” carrega para o registro “Pacato Cidadão”, “Jackie Tequila”, “Esmola”, “É Proibido Fumar”, “A Cerca”, “O Beijo e a Reza” e “Te Ver”. Não há muito o que se comentar sobre as canções. Quer dizer, de tanto sucesso que fizeram não há nada o que se comentar sobre as canções que não caia em lugar comum. No auge da Skankmania, gravaram “Samba Poconé”, que teve quase tantos hits quanto, mas vendeu ainda mais que “Calango” (os dois juntos passaram das 3 milhões de cópias). O restante da escalação do time gravado no Rio tem “É Uma Partida de Futebol”, “Garota Nacional”, “Tão Seu”, “Eu Disse a Ela”, “Zé Trindade”, “Sem Terra”, “Os Exilados” e “Poconé”. Além de uma inédita, “Beijo na Guanabara”, composta à época e que resgata a sonoridade skankiana do período. Antes do lançamento do novo trabalho, a banda divulgou “Algo Parecido”, como contou Samuel. “Nós decidimos lança-la porque não queríamos seguir uma fórmula atual de soltar singles isolados ou esperar um disco de inéditas. Já que estamos lançando material novo, ao vivo, vamos incluir “Algo Parecido” que simboliza tanto meu jeito de compor atualmente quanto “Beijo na Guanabara”, que é composição da época e que não entrou m nenhum disco”. Dali em diante perceberam que o crescimento não era e não precisava ser em popularidade, mas artístico. Trocaram a produção certeira de Dudu Marote por John Shawn, que trabalhara com UB40. Gravaram no lendário Abbey Road. Vieram “Resposta”, “Saideira” e mais clássicos de cara. Mas sabiam que tamanha tida sido a dimensão de popularidade de uma parte do trabalho inicial que acabara fazendo sombra à outra parte, tão rica quanto. E que expor essa outra parte dentro da atual fase é fazer justiça aos artistas que se tornaram.
Nome Lote Valor
Bistrô - mesa p/ 4 pessoas 1 R$ 1.008,00
Pista - Inteira 1 R$ 162,00
Pista - Meia 1 R$ 82,00
Pista - Social - Brinquedo ou 1kg de alimento 1 R$ 82,00
Vip - Inteira 1 R$ 302,00
Vip - Meia 1 R$ 152,00
Vip - Social - Brinquedo ou 1kg de alimento 1 R$ 152,00

Formas de Pagamento

bandeiras

Informações Gerais

CENSURA: A censura é LIVRE. Contudo, lembre-se que menores só podem entrar acompanhados dos pais. Para maiores de 16 anos, somente com acompanhantes e com permissão dos responsáveis legais, reconhecida em cartório, que será apresentada na fiscalização na entrada do local. INGRESSOS SOCIAIS: Mais que entretenimento, o evento cumpre com seu papel social. O objetivo é auxiliar às famílias indígenas e suas crianças. De que forma? Serão doados alimentos e brinquedos. Em contrapartida, o comprador terá o desconto de 50%, ou seja, pagará MEIA ENTRADA. Ao final, representantes de cinco aldeias de MS receberão os alimentos e brinquedos. PROGRAMAÇÃO: • 21h - Abertura dos portões; • 22h - Início do show de abertura com a banda Seven Four, de Campo Grande (MS); • 22h30h - Show com a Banda Skank; ESTACIONAMENTO : A Gestão do estacionamento é do Shopping Bosque dos Ipês. Na entrada, funcionários do Shopping irão trocar o ticket de validação recebido nas entradas das cancelas por um ticket no valor de preço único de R$20,00, válido para noite toda até o término do show. PRAÇA DE ALIMENTACÃO: Haverá praça de alimentação para melhor atender o público. BARES: O Evento NÃO É OPEN BAR. Todavia, haverá bares e caixas suficientes para não haver filas desgastantes. Vale reforçar que é PROIBIDA A VENDA DE BEBIDAS ALCOÓLICAS PARA MENORES DE 18 ANOS. SEGURANÇA: Ambiente com seguranças por todo espaço. Será expressamente proibido: - Entrada de bebidas alcóolicas; - Produtos em spray; - Objetos cortantes; - Inflamáveis; - Drogas. Para os fumantes, haverá um espaço na área externa. * CRIANÇAS, DEFICIENTES e IDOSOS* A Área destinada será a área VIP. Na hora de adquirir os ingressos, adquira os ingressos da ÁREA VIP MEIA ENTRADA, incluindo o ACOMPANHANTE ou os PAIS, pois é proibido crianças no setor PISTA. Seguindo a determinação da justiça e segurança pública, haverá um setor fechado para esse tipo de público. Mas lembre-se: apenas o SETOR VIP. Crianças abaixo de 7 anos não pagam ingressos. INGRESSOS E REGRAS: • MEIA ENTRADA – Necessário apresentar carteirinha válida, conforme a lei. Para os professores, basta apresentar o holerite do mês de Setembro de 2019. Atenção: o documento será apresentado na ENTRADA e não no momento da compra. As taxas de parcelamento serão de responsabilidade do cliente. Na função crédito, sem parcelamento não tem taxa. Porém, parcelando a partir de duas vezes, o cliente pagará a taxa existente, conforme a opção escolhida. O parcelamento poderá ser feito em até 6x. No valor total da compra já estará embutida a taxa. INFORMAÇÕES E RECLAMAÇÕES (67) 99921-0099